quarta-feira, 22 de junho de 2016

Raica

Fui buscá-la filhote, num lugar onde hoje não saberia chegar, aqui no interior do município. Isso foi em início de 2006, dez anos atrás. Demos a ela o nome de Raica - a namorada do momento do Ronaldo Nazario. Desde então, foi nossa companheira de vida, de casa, de momentos passados juntos em nosso lar. Nós a vimos envelhecer, no rápido ciclo de vida dos cães, até chegar à velhice dos seus setenta anos pelo tempo dos homens.  Nessa terça-feira a perdemos para o câncer, que é comum a todas espécies. Perdemos um ser a quem amávamos, como se ama um bom amigo, após termos ganho sua companhia por esses anos. Descanse em paz, querida, porque todo ser que ama deve ser recompensado, seja pela memória dos que permanecem, seja pelo paraíso que merecem encontrar. Valeu, Raica!