quarta-feira, 29 de agosto de 2012

O tempo passa! Imagina se...

Faço 40 anos, olho pra trás e vejo como é rápida a passagem do tempo


Imagina se eu não tivesse...

Me permitido viver as paixões, mas acreditado no amor que encontrei

Encontrado um trabalho cujo desafio me estimula a melhorar sempre

Ter trabalhado com exemplos de profissionais maiores, de liderança, competência e integridade, que constitui minha maior realização profissional

Dado espaço para a música, aprendido a tocar um instrumento e me emocionado por fazer e ouvir música

Subido num palco com uma banda e me divertir fazendo as pessoas se divertirem, ou tocado uma boa música com o violão junto ao peito em casa sozinho

Ouvido meus pais, convivido com meus avós e sido amigo dos meus irmãos

Feito amigos e dividido com eles momentos que preservamos como tesouros

Aceito a tristeza quando foi inevitável, mas buscado sempre estar bem comigo mesmo e com os outros

Provocado risos e ter dado todas as risadas que pude

Recusado as drogas e sabido conviver com a bebida em tantas e tantas noites

Aproveitado o que a noite tem de melhor nas suas mesas de bar, nas conversas nem sempre coerentes mas essenciais, nas confissões de quem tinha algo a lhe dizer ou a ouvir, na beleza de momentos anônimos e únicos

Ter desfrutado da natureza e aprendido a respeitá-la



Ter...

Sido escoteiro

Pego aquele clássico na Malvina, Barrinha ou no Rosa Norte

Visto meus irmãos, sobrinhos e afilhados crescendo

Ido assistir os Stones no Maracanã em 95

Visto o Oasis, Clapton, Paul, Rush, R.E.M., Lenny, B.B. King, Nei Lisboa, Gil, Marisa, Police, U2, Fito e tantos outros

Viajado pra Salvador, Rio, BAires, Madrid, Barcelona, Amsterdam, Roma, Veneza, Florença, Lisboa, Miami, Lima, Santiago, Panamá, Angola... e, claro, Paris!

Caminhado até Machu Pichu com meus amigos e pelo Cartier Latin com a Cacá

Assistido a tantas Moendas e ter ajudado a fazer várias edições do festival

Escrito minhas coisinhas

Comprado o meu Fender Jazz Bass American Standard

Tocado na Anjos Rebeldes, Tiranossauro Sex, Making Of e Rock Box, com o Andre, o Sérgio, Curinga, Jeferson, Alvaro, Fred, Mohr, Luizinho, Dudu e o Ronnie

Crescido ao som dos anos 80, e depois o Rock, o Blues, a MPB, Jobim e a bossa

Fotografado

Feito a Unisinos, FGV e agora a UNR

Lido os livros que li

Apertado a mão do Saramago e me declarado seu fã

Conhecido o Prof. Ovídio e o Magallanes

Crescido em grandes pátios e ruas tranqüilas

Sentido medo do perigo e ainda assim seguido em frente

Ouvido o Roberto Carlos com o meu pai quando garoto

Descido a avenida de skate

Gostado dos Beatles e do Rubem Fonseca

Da poesia do Quintana e do Pessoa

Nadado no rio e no mar

Andado de moto, velejado de wind e remado de stand-up



Vivido! Graças a Deus...

Imagina!



sexta-feira, 17 de agosto de 2012

Uma noite para relembrar





O ano de 2012 está sendo de celebração e datas marcantes pra mim. São os 20 anos de vida com a Cacá e, daqui a uns dias, os meus 40 anos. Mas a noite do último sábado 11/8 foi especial porque, após 25 anos, voltei a tocar com meus amigos da primeira banda de que fiz parte, lá no ano de 1985, quando ainda pirralho disseram que eu seria o baixista e, desde então, isso faz parte do que sou. Nos separamos na busca por caminhos diferentes, mas a música nos reuniu novamente para um show de reencontro na noite de ontem, no Bar Meia-Meia 2 de Santo Antônio, cidade em que tudo aconteceu e que não nos esqueceu. O público feito de amigos nossos, velhos e novos, saudosos dos clássicos do Rock gaúcho da época e até de nossas composições próprias, assistiu ao show que conseguimos fazer, com dificuldades, mas com muito prazer e grande emoção - que, afinal, é o que importa. O resultado foi uma noite mágica, pra relembrar por toda a vida e confirmar a verdade de que as verdadeiras amizades criam vínculos que a distância e o tempo não conseguem romper. Escrevo assim mais um capítulo importante na minha pequena biografia musical, agora para tratar de reencontro e, por que não, de recomeço... Por isso agradeço aos meus amigos da Banda Anjos Rebeldes André, Sergio e Mauricio Coringa por acreditarem que era possível reviver momentos como esse, e posso dizer que o show de ontem foi o melhor presente de aniversário que eu poderia ganhar. Obrigado!